Arquivo da categoria: Saúde

Na Saúde para todos: Cuba é um exemplo para o mundo

Imagen relacionada

«CUBA é um modelo para aquilo que a Organização Mundial da Saúde (OMS) quer ver no mundo e para muitos países», disse o dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, na abertura da 3ª Convenção Internacional de Saúde Pública ‘Cuba Saúde 2018’.

«Não posso deixar de agradecer a Cuba pelo modelo de sistema de saúde que tem, que a faz aparecer entre os melhores do mundo», disse o alto funcionário na presença do presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, Miguel Díaz-Canel Bermúdez e do segundo secretário do Comitê Central do Partido, José Ramón Machado Ventura, bem como Carissa Etienne, diretora da Organização Pan-Americana da Saúde; além de ministros, vice-ministros e representantes de mais de 50 países.

Leia o resto deste post

Anúncios

A péssima nutrição ameaça o mundo

Imagen relacionada

A obesidade mata anualmente tantas pessoas quanto a fome, pois mais de 2,6 milhões destas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), morrem devido a essa epidemia

NESTE mundo de paradoxos, ao passo que a fome domina de um lado, sua pior antítese progride pelo outro. E de ambos os flagelos nasce uma preocupante conclusão: a humanidade se enfrenta a uma situação nutricional grave.

Leia o resto deste post

Cuba registra a menor taxa de mortalidade infantil da sua história

Melhoram os indicadores de saúde e cresce a expectativa de vida

Imagen relacionada

«ATRÁS de cada número, estatística, do que se trata é de vidas salvadas, de qualidade de vida, de felicidade e de satisfação de nosso povo, e do compromisso de quanto mais podemos fazer cada dia».

«Bastam alguns exemplos para saber o que isso significa. Até à data Cuba registra a taxa de mortalidade infantil mais baixa de sua história. Com 4,1 em cada 1.000 nascidos vivos – o qual representa 35 falecidos menos, menores de um ano, com respeito ao mesmo período de 2016 – este indicador se prevê possa, inclusive, fechar abaixo desse número, graças aos esforços do sistema de saúde pública, e o compromisso e desvelo dos trabalhadores do setor».

Leia o resto deste post

A saúde que deveria ser para todos

A vida de uma criança, de um homem ou de uma mulher foi sempre o primeiro para o governo socialista cubano, que estendeu esse humanismo além de suas fronteiras, e defendeu em diferentes recantos do mundo esse sagrado direito de existir

Imagen relacionada

Não são mil, nem sequer um milhão. Metade dos seres humanos que habita o planeta não tem acesso a serviços sanitários básicos, enquanto outros tantos passam a fazer parte das fileiras da pobreza quando têm que pagar por este tipo de atenção.

Leia o resto deste post

Em Cuba brigada médica após ajudar a afetados por sismos no México

Resultado de imagen para Cuba medicos mexicoHavana, 16 nov (Prensa Latina) Só profissionais como estes cumprem tais labores, afirmou a vice-ministra cubana de Saúde, Marcia Cobas, ao dar as boas-vindas aos integrantes do contingente médico Henry Reeve que assistiu a danificados pelos terremotos no México.
Os 40 integrantes da equipa voltaram à pátria na meia-noite de hoje pelo Aeroporto Internacional José Martí, nesta capital, após 45 dias em Oaxaca, uma das zonas mais impactadas pelos sismos ocorridos em setembro.

Organizações da ONU percorrem províncias cubanas afetadas pelo furacão

Havana, 12 nov (Prensa Latina) Especialistas das organizações Mundial e Panamericana da Saúde, da Cruz Vermelha Cubana e o Programa de Nações Unidas para o Desenvolvimento percorreram províncias afetadas pelo furacão Irma, informaram hoje meios locais.
Imagen relacionada

Leia o resto deste post

As contribuições extraordinárias do internacionalismo médico de Cuba

El presidente de Cuba, Fidel Castro, en un discurso en la graduación de miles de médicos.As contribuições extraordinárias do internacionalismo médico de Cuba devem sua origem ao legado do Comandante-em-chefe Fidel Castro Ruz, máximo impulsionador da solidariedade com os povos do mundo e edificador deste princípio como base fundamental da política externa da Revolução a partir de seu surgimento.

Mencionar as façanhas dos médicos cubanos no Haiti, Paquistão, África, América Latina e outros lugares açoitados pelas epidemias, furacões, sismos de grande magnitude e outras catástrofes naturais, faz com que se pense em um propósito marcado por beneficiar os mais pobres do mundo, mudar os baixos índices nas estatísticas da saúde e contribuir para a melhora dos serviços médicos precários.

Leia o resto deste post

O Partido Comunista da África do Sul agradecem aos médicos cubanos

Imagen relacionadaPretoria, O Partido Comunista da África do Sul (PCS) entregou hoje um prêmio especial de reconhecimento às Brigadas Internacionais de Médicos Cubanos por sua prática de solidariedade humana em muitos lugares do mundo.
O Prêmio foi entregue por Blade Nzimande, Secretário Geral do PCS, a Jorge Grutas, membro do Secretariado do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, que assiste como convidado ao XIV Congresso dessa organização, iniciado na segunda-feira em Johannesburgo.
Leia o resto deste post

Cuba e Rússia conversam acerca de trocas médico-farmacêuticas

Imagen relacionada

A concretização de negócios no ramo médico-farmacêutico entre a Rússia e Cuba fortalece o diálogo frutífero entre companhias produtoras e outras dedicadas à venda de equipamentos, medicamentos e tecnologias avançadas, benéficas para ambas as nações com resultados tangíveis no presente e no futuro.

Estes temas foram debatidos em Havana no 1º Foro empresarial bilateral e se propôs dar impulso a parcerias para o desenvolvimento de produtos de valor entre as empresas; dar a conhecer o setor médico-farmacêutico e biotecnológico cubano a empresários russos; trocar informação atualizada no tema e identificar potencialidades entre as universidades e institutos de pesquisas, parques tecnológicos, marcos reguladores e legais.

Leia o resto deste post

O regresso, depois da ajuda

Retornaram à Pátria 23 colaboradores da Brigada Internacional Henry Reeve que prestaram ajuda médica no Peru

HÁ dois meses e meio que saíram de casa. Para salvar vidas, para assistir a quem precisar de ajuda. Para alguns deles era sua primeira experiência como parte da Brigada Internacional Henry Reeve. Outros, os mais veteranos, já sabem do rigor do trabalho, mas também da gratidão que deixa na alma. São 23 colaboradores, deles 12 médicos e 11 licenciados; homens e mulheres que deram atendimento médico na região de Piura, após as intensas chuvas no Peru.

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: