Arquivo da categoria: Evo Morales

Fidel, Chávez y el Che presentes en el Foro de Sao Paulo

Fidel Castro, Che Guevara, Hugo Chavez - FotologMANAGUA, Nicaragua.–Los asistentes al XXIII Encuentro del Foro de Sao Paulo, que reúne en Managua a los partidos de izquierda y progresistas de la región, rindieron homenaje este lunes al líder histórico de la Revolución Cubana, Fidel Castro, al Guerrillero Heroico, Ernesto Che Guevara, y al comandante venezolano Hugo Chávez.

Ante los más de 300 delegados de 33 países del orbe, se proyectó un material audiovisual con fragmentos de los discursos más conocidos de Fidel e imágenes de su relación con otros líderes de la región como Chávez, Daniel Ortega, Evo Morales y Luiz Inácio Lula da Silva.

Leia o resto deste post

Anúncios

Margaritenhos recordam Fidel Castro em cimeiras anteriores

Resultado de imagen para fidel castroIlha Margarita, Venezuela, 15 set (Prensa Latina) Moradores deste território insular da Venezuela recordam hoje a presença aqui, em diferentes momentos, do líder histórico da Revolução cubana Fidel Castro.
A propósito da realização, a partir desta quinta-feira até domingo, da XVII Cimeira de Países Não Alinhados, Adolfo Figueroa, coordenador dos grupos solidários a Cuba, recorda ambos cenários: o primeiro, em novembro de 1997; e sobretudo, o segundo, em julho de 2001.

As ideias expressadas por Fidel em sua breve mas contundente intervenção na VII Cimeira Ibero-Americana, há 19 anos, considera, adquirem particular vigência.
Leia o resto deste post

Presidente boliviano reúne-se com Fidel Castro

O presidente da Bolívia, Evo Morales, reuniu-se, nesta capital, com o líder histórico da Revolução cubana, Fidel Castro.
A entidade respondeu duas mensagens do presidente sul-americano feitos a partir do seu site na citada rede social e acompanhou-os com fotos do encontro, realizado como parte dos festejos pelos 90 anos do revolucionário cubano.

‘Aos 90 anos e dois dias, Fidel lúcido como sempre. Sua preocupação e reflexão: alimentos para a vida no planeta’, detalha o primeiro dos tweets de Morales.
Leia o resto deste post

Evo Morales, o presidente mais notável na história de Bolívia

O presidente de Bolívia, Evo Morais, é conceituado hoje o Chefe de Estado mais notável da história deste país andino-amazônico, revela uma pesquisa.

Segundo a pesquisa de Equipes Mori, essa foi a opinião do 78 por cento dos entrevistados, para um 53 por cento, nesse apartado.

Morales de 56 anos, que governa ininterruptamente desde 2006, é o melhor presidente de Bolívia segundo 78 em cada 100 bolivianos, precisou a pesquisadora que realizou um estudo de opinião entre o 29 de julho ao 4 de agosto.
Leia o resto deste post

Cuba é exemplo para a América Latina, afirmam na Bolívia

Cuba é hoje o exemplo a seguir por todos os processos de mudança na América Latina e nos recorda que está disposta a lutar pelos oprimidos em qualquer parte do mundo, assegurou a senadora boliviana Adriana Salvatierra.

Em declarações à Prensa Latina, assinalou que o anti-imperialismo e o internacionalismo são o centro da Revolução cubana e do pensamento de seu líder histórico, Fidel Castro, de quem destacou seu altruísmo, dignidade, honra e moral.
Leia o resto deste post

Evo Morales recuperou dignidade boliviana, assegura presidente de YPF

O presidente executivo da estatal Yacimientos Petrolíferos Promotores Bolivianos (YPFB), Guillermo Achá, assegurou que hoje o país vê revalorizada sua dignidade graças ao gerenciamento do presidente Evo Morais e o respaldo dos movimentos sociais.

Desde 2006, o presidente Evo recuperou nossos recursos naturais, e no caso do gás transformou-o em um serviço básico, com o qual lhe devolveu a dignidade ao povo boliviano.

Dantes de sua chegada ao Executivo, somente os estrangeiros governavam a Bolívia. Passava o mesmo no tema dos hidrocarbonetos. Toda nossa produção de gás e petróleo a levavam fora as empresas transnacionais, argumentou Achá.
Leia o resto deste post

Evo: não terá paz mundial enquanto os recursos estiverem privatizados

La Paz, O presidente da Bolívia, Evo Morales, advertiu sobre a necessidade dos Estados de recuperar os serviços básicos e recursos naturais para garantir a paz e a justiça social.

“Não haverá paz no mundo, muito menos com justiça social, enquanto os serviços básicos e os recursos naturais estiverem privatizados”, publicou Evo em sua conta no Twitter.

O mandatário chegou ao poder em 2006 e uma das primeiras decisões de seu Governo foi nacionalizar os hidrocarbonetos e recuperar as empresas estratégicas. Graças a essas medidas a renda petroleira em 2014 foi de 5.500 bilhões em só um ano, frente a 4.500 bilhões em 20 anos de governos neoliberais.
Leia o resto deste post

CNN conspira contra governos anti-imperialistas, denúncia Evo Morales

La Paz, O presidente da Bolívia, Evo Morales, denunciou hoje em conferência de imprensa que a rede estadunidense CNN conspira contra seu Governo e contra países anti-imperialistas e progressistas.

Em fevereiro passado, às vésperas de um referendo sobre reforma constitucional, o jornalista e agente norte-americano, Carlos Valverde, acusou o mandatário de tráfico de influências em prol de um antigo relacionamento seu, Gabriela Sapata, e disse que ambos tinham um menino.
Leia o resto deste post

Evo Morales acusa Almagro de conspirar contra governos democráticos

La Paz, O presidente da Bolívia, Evo Morales, acusou o secretário geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, de conspirar contra os governos progressistas da região e respaldar ações desestabilizadoras contra a Venezuela.

Em sua condição de agente infiltrado do império, (Almagro) conspira contra os governos democráticos, afirmou o chefe de Estado em sua conta na rede social Twitter.

Ao convocar unilateralmente o Conselho Permanente da OEA, promove a intervenção planejada dos Estados Unidos na Venezuela, assinalou.
Leia o resto deste post

Evo pede a Almagro não ser um instrumento contra a Venezuela

Evo pede a Almagro não ser um instrumento contra a VenezuelaLa Paz, 1 jun (Prensa Latina) O presidente da Bolívia, Evo Morales, pediu hoje ao secretário geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, que não seja instrumento de intervencionismo contra o povo revolucionário da Venezuela.

Em sua conta no Twitter:@evoespueblo, Morales expressou que antes foi o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e agora é Luis Almagro os que agridem a Venezuela.

Irmão Almagro não seja instrumento de intervencionismo contra o povo revolucionário da Venezuela, sentenciou Morales em sua mensagem.
Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: