Arquivo da categoria: EUA

MINREX: EUA aceita que desconhece a explicação, a natureza e a causa das condições de saúde relatadas por seus diplomatas

EM 29 de maio de 2018, a embaixada dos Estados Unidos em Havana informou ao Ministério das Relações Exteriores da República de Cuba que, no dia 27 do mesmo mês, uma funcionária dessa embaixada havia relatado sintomas de saúde, como resultado de «sons indefinidos» no local de residência.

Imediatamente, o governo cubano concedeu a mais alta prioridade ao assunto e solicitou oficialmente à missão diplomática dos Estados Unidos que médicos e pesquisadores especializados, respectivamente, pudessem entrevistar essa funcionária.

Leia o resto deste post

Anúncios

O assassino Luis Posada Carriles, que enlutou Cuba, morreu impune

Este homem, de triste cadastro criminoso, morreu impunemente, abrigado pelos Estados Unidos, sem nunca ter pagado pelos crimes que cometeu

O assassino Luis Posada Carriles morreu. Os eventos do acidente do avião, ocorrido na passada sexta-feira, 18 de maio, reviveram a dor infinita que acompanhou Cuba em 1976, com a diferença de que aquele fato, que cortou a vida de 73 inocentes, respondeu ao desempenho sórdido desse terrorista financiado pela CIA. Morreu impune, abrigado pelos Estados Unidos, enquanto Cuba, liderada por homens de bem, soube defender seu projeto de justiça social e solidária, apesar de ser ameaçada por espíritos tão terríveis.

Leia o resto deste post

Cuba rejeita a retirada dos Estados Unidos do Acordo nuclear com Irã

Declaração do Ministério das Relações Exteriores: O Minrex expressa sua total recusa pela decisão de retirar o governo dos Estados Unidos do Plano de Ação Integral Conjunto (PAIC) ou Acordo Nuclear com Irã e restabelecer sanções a este país. O descumprimento destes compromissos internacionais atenta contra os regulamentos de convivência entre os Estados e pode provocar graves consequências para a estabilidade e a segurança no Médio Oriente.

Leia o resto deste post

As dez mentiras mais repetidas sobre os supostos incidentes com diplomatas norte-americanos em Cuba

Depois de meses de investigações, tanto estadunidenses quanto cubanas, não existe evidência alguma para justificar a acusação de que em Cuba ocorreram «ataques acústicos» contra diplomatas norte-americanos

Imagen relacionada

DEPOIS de meses de investigações, tanto estadunidenses quanto cubanas, não existe evidência alguma para justificar a acusação de que em Cuba ocorreram «ataques acústicos» contra diplomatas norte-americanos.

Contudo, o caso vem sendo manipulado com fins políticos, é utilizado para prejudicar a imagem da Revolução, em nível internacional, e usado como justificativa para medidas unilaterais que afetam diretamente o povo da Ilha maior das Antilhas.

Leia o resto deste post

EUA e aliados buscam criar caos no Oriente Médio, denuncia Irã

Imagen relacionadaTeerã, O presidente da Comissão de Segurança Nacional e Política Exterior do parlamento iraniano, Alaeddin Boruyerdi, denunciou que, ataques contra a Síria como os do último sábado, buscam criar caos no Oriente Médio.
Os estrategas estadunidenses desenvolveram junto ao regime sionista e aliados europeus, a guerra imposta ao vizinho país árabe com a intenção de desmembrar a região, indicou Boruyerdi, em declarações divulgadas hoje.
Leia o resto deste post

Nós não vamos desistir em nosso esforço para construir o socialismo

Réplica do ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, a Mike Pence, vice-presidente dos Estados Unidos, na 8ª Cúpula das Américas, em Lima, Peru, em 14 de abril de 2018.

O senhor vice-presidente dos Estados Unidos da América parece mal informado, ignora a realidade, esconde a verdade.

Quero perguntar diretamente ao senhor Pence se a Doutrina Monroe orienta seu governo ou não em sua política em relação à América Latina.

Quero responder com palavras de Simón Bolívar: «Os Estados Unidos parecem destinados pela Providência a assolar a América Latina com misérias, em nome da liberdade».

Leia o resto deste post

O namoro entre Wall Street e a Casa Branca de Trump

ESCÂNDALOS, investigações e demissões em massa, a administração republicana de Donald Trump é tudo menos aborrecida • Mas, entre tanta manchete explosiva, peneiram por baixo da mesa muitas das mudanças que definem a política econômica estadunidense.

A derogação dos poucos mecanismos do Estado para controlar a especulação financeira, causante da crise de 2008, e a desregulamentação em benefício das grandes companhias, são deslocadas nas grades informativas pelos comentários mais controversos do presidente, seus ataques contra a mídia ou o avanço da investigação sobre as irregularidades na campanha republicana de 2016.

Contudo, em meio do caos que caracteriza a Casa Branca de Trump, há setores de poder com uma agenda bem definida a favor do setor corporativo.

Leia o resto deste post

Trump cada vez mais afastado do multilateralismo

Resultado de imagen para trump america latinaO presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, impulsiona uma política exterior cada vez mais afastada do multilateralismo, advertiu hoje aqui o pesquisador cubano Luis René Fernández.
Em declarações à Prensa Latina, o professor titular do Centro de Estudos Hemisféricos e sobre os Estados Unidos (Cehseu), informou que essa postura coloca ao presidente republicano em uma posição difícil face à VIII Cúpula das Américas de Lima, Peru, que terá seu segmento de alto nível em 13 e 14 de abril.
Leia o resto deste post

Às portas de uma guerra comercial?

Resultado de imagen para guerra economica trump

«As guerras comerciais são boas e fáceis de vencer», disse Trump na rede social Twitter, confirmando os piores temores dos analistas.

COM o anúncio de que os Estados Unidos se dispõem a gravar as importações de aço e alumínio, a administração de Donald Trump pôde ter lançado a primeira bomba de uma guerra comercial, com resultados imprevisíveis.

Depois de um intenso debate entre sua equipe de governo – registrou-se que alguns dos principais assessores estavam totalmente em desacordo com a medida –, o presidente assinalou, semana passada, que a nova tarifa para o aço será de 25% e 10% para o alumínio.

Leia o resto deste post

Pode triunfar a Doutrina Monroe no século 21?

A Doutrina Monroe, sintetizada na frase «América para os americanos», foi elaborada pelo secretário do Estado na época, John Quincy Adams e atribuída ao presidente James Monroe, no ano de 1823 • Estabelecia que qualquer intervenção dos europeus na América seria vista como um ato de agressão que precisaria da intervenção dos Estados Unidos

PODEM os Estados Unidos atingir seus objetivos atuais de domínio sobre a América Latina e o Caribe com uma doutrina de princípios do século 19?

Ainda que muitos de nós gostaríamos de responder essa pergunta com um «não» rotundo e assegurar que nossa região está blindada contra as pretensões do presidente James Monroe, em 1823 e sua «América para os americanos» – que deve ser lido como «América para os estadunidenses» –, seria um erro menosprezar os riscos latentes.

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: