Margaritenhos recordam Fidel Castro em cimeiras anteriores

Resultado de imagen para fidel castroIlha Margarita, Venezuela, 15 set (Prensa Latina) Moradores deste território insular da Venezuela recordam hoje a presença aqui, em diferentes momentos, do líder histórico da Revolução cubana Fidel Castro.
A propósito da realização, a partir desta quinta-feira até domingo, da XVII Cimeira de Países Não Alinhados, Adolfo Figueroa, coordenador dos grupos solidários a Cuba, recorda ambos cenários: o primeiro, em novembro de 1997; e sobretudo, o segundo, em julho de 2001.

As ideias expressadas por Fidel em sua breve mas contundente intervenção na VII Cimeira Ibero-Americana, há 19 anos, considera, adquirem particular vigência.

Naquele momento, o chefe de Estado condenou a exclusão de Cuba deste tipo de foro por defender sua dignidade e a luta pelo direito a existir.

Fidel também criticou os que pretendiam sabotar a sede deste encontro para 1999.

O argumento de que Cuba não cumpria os acordos das cimeiras foi a cínica teoria elaborada pelos procônsules dos Estados Unidos, afirmou o dignatário naquela ocasião.

Figueroa estimou que nada mais parecido com aqueles que agora orquestram campanhas de descrédito contra a Venezuela, sua diplomacia de paz e capacidade para organizar esta cimeira e presidir até 2019 o Mnoal.

Em 1997, Fidel também se viu obrigado a recordar que em Cuba houve, há e terá uma Revolução cujos princípios não se vendem nem traem, em alusão ao sistema político, econômico e social.

Em defesa dos mais sagrados direitos de cada ser humano, temos lutado mais que ninguém nesta época de tantas desigualdades e injustiças, esclareceu o chefe de Estado nessa reunião.

Cuba defendeu também a unidade e o consenso, acrescenta.

Que outros se dobrem às mentiras e aos enganos, às ilusões e aos interesses dos poderosos deste mundo. Nós continuaremos defendendo as ideias (…) junto aos pobres, os doentes sem médicos nem medicamentos, os pais sem emprego, as centenas de milhões de meninos e meninas, afirmou Fidel em seu discurso na ocasião.

O então estadista caribenho vislumbrou a necessidade de uma mudança total de rumo, ainda que poucos estadistas todavia o compreendem, visto como o mais ético, democrático e revolucionário que deveria ocorrer no mundo de hoje.

Para o ativista margaritenho, um momento crucial e de grande impacto foi a presença de Fidel em 2001, na III Cimeira da Associação de Estados do Caribe (AEC).

Naquele foro em prol de um novo modelo de integração regional, Fidel teve um anfitrião especial: o Comandante Hugo Chávez (1954-2013).

Cuba aproveitou aquela ocasião, assinala, para reconhecer a solidariedade e o apoio recebidos dos países do Caribe nos foros internacionais nos quais se discutem a condenação ao bloqueio e à guerra econômica imposta pelos Estados Unidos.

Em 2001, Fidel e Chávez, participaram também juntos da promulgação da Lei de Pesca e Aquicultura, em defesa da soberania alimentar.

Esse instrumento jurídico, que surgiu atendendo sugestões de pescadores, armadores, funcionários e pesquisadores e depois foi parcialmente renovado pela Assembleia Nacional em julho de 2003 e em março de 2008.

Sua versão vigente – a de 2014 – com a assinatura do atual presidente venezuelano, Nicolás Maduro – avançou para um novo paradigma da pesca, da aquicultura e suas atividades conexas, no qual se privilegia o social sobre os interesses econômicos particulares.

Para Figueroa, a maior impressão que deixaram Fidel e Chávez há 15 anos, foi o posterior parto da atual Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (ALBA), projeto que ambos estadistas acariciaram neste território insular da Venezuela.

Prensa Latina

Anúncios

Publicado em 15/09/2016, em Cuba, Evo Morales, FIDEL, MNOAL. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: