Cuba mostrará benefícios do Heberprot-P em evento mundial

Resultado de imagen para Heberprot-PResultado de imagen para Heberprot-P

Cuba demonstrará em um evento mundial, de 5 a 9 de dezembro, que com o uso do Heberprot-P é possível controlar as complicações da diabete e dar novas esperanças a muitos daqueles que padecem essa doença, uns 422 milhões de pessoas no planeta.

O Doutor em Ciências Manuel Raíces, pesquisador do Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia, instituição que desenvolveu o produto, único de seu tipo no mundo, advertiu que a doença é padecida por quase um milhão de cubanos, entre os já diagnosticados e outros que ainda não conhecem que a têm.

Em uma conversação com a ACN, o secretário do comitê científico do Congresso Internacional Controlando a Diabete e suas Complicações mais Severas anunciou que confirmaram sua participação 40 conhecidos especialistas internacionais, como palestrantes e mais de vinte cubanos, entre eles o professor doutor Jorge Berlanga, criador do Heberprot-P.

“Espera-se a participação de quase 200 delegados de 25 países que ajudarão a criar um ambiente de cooperação e amizade mútuo, em benefício das pessoas que sofrem da diabete, uma doença não transmissível que alcança atualmente magnitude de pandemia devido à extensão de hábitos de vida não saudáveis”, recalcou.

“Isso é consequência colateral da globalização que estendeu o consumo de comida sucata, a falta de exercícios físicos e as crescentes cargas de estresse, como uma norma nas sociedades modernas”, considerou Raíces.

Em 5 e 6 de dezembro se desenvolverá o curso-oficina pré-congresso em Havana, e se espera nesta ocasião uma matrícula recorde de médicos especialistas, interessados em aprender o uso desse fármaco.

Com sede no Centro de Convenções Plaza América, em Varadero, de 7 a 9 se celebrará o congresso mediante palestras, apresentações orais e pôsteres, bem como também quatro simpósios sobre a prevenção, manejo da diabete e o controle metabólico no paciente.

A biologia molecular dos processos de cicatrização, o estado da arte no manejo terapêutico das úlceras do pé diabético, e como implementar programas de saúde integrais, encaminhados a melhorar a qualidade de vida das pessoas com diabete, incluem-se entre os temas.

Como atividades colaterais ao foro será celebrado o primeiro simpósio satélite Cuba-Estados Unidos para o controle da diabete, e outro internacional dirigido especificamente à análise de casos de úlceras complexas tratadas com o Heberprot-P.

Nesta reunião se espera a contribuição de especialistas da Rússia, Bielorrússia, Argélia, Turquia, Equador, Venezuela, Guatemala, Argentina e outras nações que já acumulam históricos clínicos de casos tratados com esse medicamento, de forma satisfatória, adiantou o doutor.

“O Heberprot-P tem sido aplicado a mais de 55 mil cubanos e fez diminuir o risco relativo de amputação por úlceras do pé diabético em Cuba, em mais de 71%”, sublinhou.

“Com essa terapia têm sido tratadas 243 mil pessoas de 23 países, com muito bons resultados, asseverou o cientista.

Anúncios

Publicado em 07/09/2016, em Ciencia, Cuba. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: