China e Cuba promovem troca na biotecnologia

China promove o desenvolvimento da biotecnologia a partir da construção com Cuba de uma Zona de Cooperação Industrial de Biotecnologia.

Autoridades do governo de Changchun, na província de Jilin e representantes da empresa cubana BioCubaFarma reafirmaram o interesse de concertar ações na articulação dessa aliança estratégica.

Em Jilin já funciona, desde o ano 2013, com a cooperação cubana, uma empresa mista Changchun Heber Biological Technology, cujo objetivo fundamental é a manufatura dos produtos biotecnológicos.

Por outra parte, em maio deste ano assinou-se um Acordo Marco para a construção conjunta da Zona de Cooperação Industrial de Tecnologia Biológica Cuba-China.

A esfera da biotecnologia cubana está presente na nação asiática, através das empresas mistas Biotech, localizada na Zona Especial de Desenvolvimento de Pequim e a mencionada Chang Heber, ao norte do país.

Biotech é a empresa responsável por produzir e comercializar o anticorpo monoclonal humanizado Nimotuzumab-R3, obtido por Cuba e empregue no tratamento, misturado com quimioterapia e radioterapia, em tumores avançados.

China promove o desenvolvimento da biotecnologia a partir da construção com Cuba de uma Zona de Cooperação Industrial de Biotecnologia.

Autoridades do governo de Changchun, na província de Jilin e representantes da empresa cubana BioCubaFarma reafirmaram o interesse de concertar ações na articulação dessa aliança estratégica.

Em Jilin já funciona, desde o ano 2013, com a cooperação cubana, uma empresa mista Changchun Heber Biological Technology, cujo objetivo fundamental é a manufatura dos produtos biotecnológicos.

Por outra parte, em maio deste ano assinou-se um Acordo Marco para a construção conjunta da Zona de Cooperação Industrial de Tecnologia Biológica Cuba-China.

A esfera da biotecnologia cubana está presente na nação asiática, através das empresas mistas Biotech, localizada na Zona Especial de Desenvolvimento de Pequim e a mencionada Chang Heber, ao norte do país.

Biotech é a empresa responsável por produzir e comercializar o anticorpo monoclonal humanizado Nimotuzumab-R3, obtido por Cuba e empregue no tratamento, misturado com quimioterapia e radioterapia, em tumores avançados.

China promove o desenvolvimento da biotecnologia a partir da construção com Cuba de uma Zona de Cooperação Industrial de Biotecnologia.

Autoridades do governo de Changchun, na província de Jilin e representantes da empresa cubana BioCubaFarma reafirmaram o interesse de concertar ações na articulação dessa aliança estratégica.

Em Jilin já funciona, desde o ano 2013, com a cooperação cubana, uma empresa mista Changchun Heber Biological Technology, cujo objetivo fundamental é a manufatura dos produtos biotecnológicos.

Por outra parte, em maio deste ano assinou-se um Acordo Marco para a construção conjunta da Zona de Cooperação Industrial de Tecnologia Biológica Cuba-China.

A esfera da biotecnologia cubana está presente na nação asiática, através das empresas mistas Biotech, localizada na Zona Especial de Desenvolvimento de Pequim e a mencionada Chang Heber, ao norte do país.

Biotech é a empresa responsável por produzir e comercializar o anticorpo monoclonal humanizado Nimotuzumab-R3, obtido por Cuba e empregue no tratamento, misturado com quimioterapia e radioterapia, em tumores avançados.

Anúncios

Publicado em 01/08/2016, em China, Ciencia, Cuba. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: