Cuba é exemplo para a América Latina, afirmam na Bolívia

Cuba é hoje o exemplo a seguir por todos os processos de mudança na América Latina e nos recorda que está disposta a lutar pelos oprimidos em qualquer parte do mundo, assegurou a senadora boliviana Adriana Salvatierra.

Em declarações à Prensa Latina, assinalou que o anti-imperialismo e o internacionalismo são o centro da Revolução cubana e do pensamento de seu líder histórico, Fidel Castro, de quem destacou seu altruísmo, dignidade, honra e moral.

Além disso, ressaltou como legado da nação caribenha a necessidade de impulsionar a integração dos povos que buscam sua libertação e promover a solidariedade.

Cuba fez sua revolução no nariz do império (Estados Unidos) e converteu-se em um exemplo para a região. Demonstrou que é possível viver de outro modo e continuar lutando a favor dos oprimidos, sublinhou.

Durante sua intervenção no simpósio “O pensamento de Fidel, um legado histórico para a humanidade”, Salvatierra destacou o compromisso desse país com as nações onde se gestaram processos de libertação e convocou a continuar o caminho iniciado em 1 de janeiro de 1959.

Fidel Castro consagrou sua vida ao cumprimento de seu dever como revolucionário. Cuba nos ensinou que o anti-imperialismo não se proclama, mas que se pratica, afirmou.

Também reconheceu a solidariedade dessa nação com a Bolívia, a qual, afirmou, se expressa na missão Moto Méndez, na Operação Milagre, na redução da taxa de analfabetismo e na graduação de jovens deste país na Escola Latino-Americana de Medicina.

Por sua vez, o assessor da Presidência Hugo Moldiz assegurou que “Fidel Castro é um guerrilheiro de nosso tempo, que conseguiu articular o pensamento de José Martí e Karl Marx”.

Com seu exemplo, começou em 2006 na Bolívia um processo extraordinário que tem como líder Evo Morales e conta com um povo organizado e um projeto de socialismo comunitário, apontou.

Uma das maiores proezas de Fidel Castro e seu povo é não ter renunciado jamais ao socialismo. Não concebem a luta sem uma profunda e radical posição anti-imperialista. Não pode ser escrita a história da humanidade sem fazer referência a ele e a Martí, destacou.

Prensa Latina

Anúncios

Publicado em 27/07/2016, em Bolivia, Cuba, Evo Morales, FIDEL. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: