Associam sedentarismo extremo a risco cardíaco

O sedentarismo extremo está associado com o aumento do risco de padecer um infarto, um acidente cerebral vascular (ACV) ou a morte por doença coronária, conheceu-se hoje.

Segundo um estudo, publicado em JAMA Cardiology, passar mais de 10 horas sem movimento, em uma cadeira ou outra forma de sedentarismo, aumenta em oito por cento o perigo de desenvolver doença cardíaca ao compará-lo com menos de três horas diárias.

Em tal sentido, o autor principal, Ambarish Pandey, expressou que os resultados desta pesquisa sugerem que o tempo sedentário está relacionado com um aumento do perigo de doença cardiovascular.

Tal realidade é independente de outros fatores que também incidem como o índice de massa corporal (IMC), mas só em níveis muito altos.

A equipe de Pandey, do Centro Médico de University of Texas, Dallas, analisou nove estudos sobre mais de 700 mil adultos para estimar a relação entre o tempo sem atividade física e a incidência de complicações como o infarto e o ACV.

Durante a metade das explorações detectaram-se 25.769 problemas cardiovasculares em um período de 11 anos.

Os mais sedentários (12 horas por dia sem atividade física) eram 14% propensos a desenvolver doenças cardiovasculares que os que passavam apenas 2,5 horas diárias sem movimento, informaram os autores.

No entanto, consideraram que períodos mais moderados de sedentarismo não estiveram associados com um aumento do perigo.

Prensa Latina

Anúncios

Publicado em 25/07/2016, em Ciencia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: