Cientistas russos desenvolvem inovador diagnóstico de câncer

Moscou, Um grupo de cientistas do Instituto de citologia e genética de Novosibirsk, na Sibéria, desenvolveram um novo método de diagnóstico e cura do câncer no organismo humano.

De acordo com uma publicação da filial dos Urais da Academia de Ciências da Rússia, Ciência na Sibéria, os pesquisadores criaram também um inovador meio de como destruir as células cancerígenas. A equipe acompanhou a eficácia do uso do marcador genérico em um número determinado de células durante a cura do câncer de ovário e de estômago.

A identificação de células malignas antes e após o tratamento permite com um máximo de exatidão determinar se foram eliminados os tumores ou será possível uma recaída, explicaram os autores.

Em ensaios de laboratórios, os cientistas conseguiram curar em ratos duas formas de tumores malignos, assegura a instituição.

Uma das participantes na descoberta, a pesquisadora titular Ekaterina Alyamkina, desenvolveu um dos métodos mediante o qual em uma única fase pôde destruir todas as células malignas de duas variantes de um tipo de câncer em ratos de laboratório.

Estabeleceu-se na experiência que se nas células malignas eram acrescentados fragmentos de DNA, estes as absorviam ao agir como uma sonda com um colorante incorporado na qualidade de medicamento quimioterapêutico. As células malignas começaram a brilhar em vermelho.

Após a reação do composto ciclofosfamida, esses fragmentos de DNA convertem-se em fator restaurador das células danificadas, interrompendo o processo cancerígeno, sustentam os cientistas.

Segundo a nota, o grupo de pesquisadores aplicarão o citado princípio de destruição de células mães e a terapia em outros tipos de formações malignas.

Em Moscou, registram-se anualmente 27 mil novos doentes com câncer, com 19 mil casos de mortes. De acordo com autoridades médicas, a situação nas regiões não se diferencia muito da capital, e inclusive a escala nacional em geral em relação a outros países.

Pelo nível de incidência de casos se destacam os câncer de pele, colo do útero, esôfago e de pulmão. Oficialmente figuram no registro do oncologista principal da Rússia mais de dois milhões de pacientes.

Prensa Latina

Anúncios

Publicado em 04/07/2016, em Ciencia, Rusia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: