UNICEF: 69 milhões de crianças morrerão até 2030 por causas evitáveis

Nova York, O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) considera que um total de 69 milhões de crianças menores de cinco anos morrerão devido a causas em sua maioria evitáveis, segundo um relatório publicado hoje.

A não ser que o mundo concentre seus esforços nos mais desfavorecidos, 167 milhões de menores viverão na pobreza e 750 milhões de mulheres se terão casado sendo ainda meninas em 2030, a data limite para os objetivos de desenvolvimento sustentável, aponta o texto.

Negar a centenas de milhões de crianças uma boa oportunidade na vida significa algo mais que ameaçar seu futuro, afirmou o diretor executivo de Unicef, Anthony Lake.

Ao exacerbar os ciclos intergeneracionais de desvantagem, está-se pondo em perigo o futuro de suas sociedades, acrescentou.

Temos uma opção: investir agora nestes meninos ou permitir que nosso mundo seja ainda mais desigual e esteja mais dividido, assinalou.

O principal relatório anual de Unicef destaca a materialização de progressos consideráveis na tarefa de salvar as vidas dos meninos e de conseguir que vão à escola, bem como de tirar muita gente da pobreza.

As taxas mundiais de mortalidade de menores de cinco anos reduziram-se a mais da metade desde 1990, os meninos e meninas assistem à escola primária em um pé de igualdade em 129 países, realça o documento.

Assim mesmo, o número de pessoas que vivem na extrema pobreza em todo o mundo é quase a metade do que ocorria na década de 1990, agrega. Mas este progresso não tem sido uniforme nem justo, reconhece o texto sobre o estado mundial da infância.

No entanto, em nenhuma parte o panorama é mais sombrio que em África subsaariana, onde pelo menos 247 milhões de meninos -dois em cada três- vivem no meio de uma pobreza multidimensional, privados do que precisam para sobreviver e se desenvolver”.

A desigualdade não é inevitável nem insuperável sustenta o documento.

Obter melhores dados sobre os meninos mais vulneráveis e aplicar soluções integrais aos desafios que enfrentam, são medidas que podem ajudar a nivelar o terreno de jogo para os pequenos, sugere o relatório.

Assim mesmo, estabelecer formas inovadoras de abordar os antigos problemas, realizar investimentos mais equitativos e aumentar a participação das comunidades, propõe Unicef.

Prensa Latina

Anúncios

Publicado em 28/06/2016, em EUA, Unicef. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: