Qualificam de histórico acordo entre governo colombiano e FARC-EP

O congressista colombiano Iván Cepeda qualificou de histórico o acordo sobre o cessar-fogo bilateral alcançado entre o governo e as FARC-EP, que será divulgado integralmente em Cuba.

Trata-se nem mais nem menos que o fim da guerra, uma decisão transcendental para colocar ponto final a uma parte do velho conflito armado interno, o único no hemisfério ocidental, (resta iniciar conversas com o ELN), comentou à Prensa Latina o co-presidente da comissão de paz do Senado.

Porta-vozes governamentais e das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia-Exército do Povo (FARC-EP) informaram à opinião pública que alcançaram com êxito um pacto para silenciar todos os fuzis e começar a deposição de armas ou desarmamento desses insurgentes.
O comunicado conjunto divulgado na capital cubana acrescenta que ambas delegações conseguiram conciliar posições também sobre as garantias de segurança para os agora combatentes durante a etapa de desmobilização e reintegração à vida civil, bem como em torno do enfrentamento a organizações criminosas, incluindo as sucessoras do paramilitarismo.

É o momento de começar um novo caminho e recordando uma frase do escritor Gabriel García Márquez diria: também é tempo de uma segunda oportunidade sobre a terra para a Colômbia, enfatizou o legislador pelo Polo Democrático Alternativo, maior convergência nacional de esquerda.

O senador, um dos impulsionadores dos diálogos com a insurgência, sublinhou que tal resultado é fruto dos esforços não só do Governo e desse movimento rebelde, mas de muitos setores da sociedade simpatizantes com o processo de paz, assim como do apoio da comunidade internacional.

Depois de agradecer a solidariedade mundial, destacou a contribuição de Cuba e Noruega, garantidores dos diálogos, e do Chile e Venezuela, acompanhantes dos mesmos.

Desde 2012 representantes do Executivo e das FARC-EP conversam em Cuba para encontrar uma solução acordada para a longa guerra; em decorrência desses anos alcançaram consensos, também, nos temas da reforma agrária integral, participação política, combate ao tráfico ilícito de drogas e vítimas.

Resta agora fechar sub-pontos pendentes de anteriores questões e resolver o relacionado com a implementação, verificação e referendo do acordo, o sexto tema da agenda.

Instalar a mesa de reuniões formais com o Exército de Libertação Nacional (ELN), envolvido igualmente no conflito, é outro dos passos a se realizar para conquistar uma paz completa, opina Cepeda.

O conteúdo integral dos acordos recentes será revelado em um evento em Havana, no qual participarão o presidente Juan Manuel Santos, vários de seus homólogos latino-americanos e personalidades, como o secretário geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Prensa Latina

Anúncios

Publicado em 23/06/2016, em América Latina, Colombia, Cuba. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: