América Latina provoca expectativas em foro econômico na Rússia

CELAC, cúpula, América LatinaSan Petersburgo, Rússia, A presença de vice-presidentes de governos, ministros e empresários da América Latina no Foro Econômico Internacional que será inaugurado hoje aqui gera expectativas entre os mais de 10 mil participantes de 70 países. Fontes do Comitê Organizador disseram à Prensa Latina que entre as personalidades dessa região presentes se destacam o vice-presidente do Uruguai, Raúl Sendic, o vice-titular do Conselho de Ministros de Cuba, Ricardo Cabrisas, e o ministro de Petróleo e Mineração venezuelano, Eulogio del Pino.

A presença destes representantes governamentais é esperada no painel dedicado aos negócios da Rússia com a América Latina e o Caribe que será realizado neste ano durante o Foro, sob a coordenação do jornalista russo e titular do Instituto Bering-Bellingshausen para as Américas, Serguei Briliov.

Fontes diplomáticas do Uruguai afirmaram à esta agência de notícias que o também presidente do Senado e titular da Assembleia Geral do Parlamento da nação rio-platense aproveitará sua presença aqui para dialogar com as autoridades desta cidade federal. Terá encontros com o presidente da Assembleia Legislativa, Viacheslav Makarov, e com o governador da segunda cidade em importância da Federação da Rússia, Georgy Poltavchenko, informaram.

Além disso, acrescentaram, dentro do Foro Econômico Internacional ministrará a conferência “Rússia-América Latina: comércio exterior e cooperação em investimentos como motores reais de crescimento econômico”.

Del Pino, por sua vez, confirmou no Twitter que ontem apresentou em uma reunião ao seu homólogo da Rússia, Alexandr Nóvak, a variante de redução da extração de petróleo proposta durante a reunião da OPEP em junho, que indica qual será o tema central de Caracas durante o Foro.

Cuba, no entanto, assinou há 48 horas em Moscou um Convênio sobre o aperfeiçoamento da Comissão Intergovernamental para a Colaboração Econômico-Comercial e Científico-Técnica, depois de uma reunião dos co-presidentes desse órgão impulsionador da cooperação bilateral.

O encontro qualificado de cordial e amistoso em uma nota de imprensa da embaixada da ilha em Moscou, esteve liderado pelos cotitulares Cabrisas e o vice-chefe do Executivo da Rússia Dmitri Rogozin.

Segundo o texto da missão diplomática, o convênio atualiza as relações econômico-comerciais à luz dos processos de transformações econômicas que se desenvolvem entre Cuba e Rússia.

Ambas partes ratificaram o excelente estado das relações bilaterais e avaliaram o desenvolvimento do trabalho e cumprimento dos acordos da Comissão Intergovernamental, acrescenta.

Referiram-se também ao desenvolvimento experimentado na colaboração em esferas tais como a energia, metalurgia, transporte, biotecnologia e educação, temas que seguramente ressaltarão durante o Foro.

Este foro de negócios e debates constitui uma plataforma para a assinatura de contratos, no qual invariavelmente tem participado o presidente da Rússia, Vladimir Putin, desde 2005.

Prensa Latina

Anúncios

Publicado em 16/06/2016, em #mundo, América Latina, Ciencia, Economia. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: