“Jovens, façam política”

Por: Darío Pignotti, enviado especial a Medellín

Ricardo Stuckert/Instituto Lula

No discurso de Lula em Medellín, na noite da terça-feira (10/11), já não havia mais lugares disponíveis no auditório da Praça Maior. As centenas de jovens universitários que não puderam ingressar acompanharam sua participação em telas gigantes instaladas em um anfiteatro, numa suave noite da cidade encravada entre serras de vegetação espessa.

“Vejam o que está ocorrendo na América Latina, na América do Sul, estamos sentindo um certo cheiro de retrocesso, porque tem muita gente que não aceita as políticas que permitem a ascensão social, muita gente incomodada porque a filha da empregada doméstica se formou em medicina (…) essas coisas incomodam as elites da Argentina, do Uruguai, do Chile, de vários países sul-americanos. No Brasil, os aeroportos estão cheios, e há pessoas indignadas porque dizem que eles agora parecem rodoviárias”.

O ex-mandatário brasileiro deu seu discurso na abertura da Conferência anual do Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais (CLACSO), numa cerimônia encabeçada pelo diretor-geral da entidade, o doutor Pablo Gentili.

“Jovens, façam política”

Em seu discurso, Lula pediu aos jovens colombianos que não se deixem seduzir pela ladainha dos meios de comunicação que estimulam a despolitização e a ojeriza às ações coletivas, como as organizações sociais e sindicais. “Queridos rapazes e garotas, não acreditem nas bobagens que a imprensa diz sobre o nosso continente. A maior oposição aos governos progressistas hoje é a imprensa do nosso continente. Essa imprensa fomenta a despolitização, e o que vocês devem fazer é rejeitar isso, não cair na conversa da negação da política. Quando nos negamos a fazer política deixamos que outros façam, e o que vem depois é muito pior. Tenham cuidado com os que falam contra a política. Não existe nenhuma saída fora da política”.

“Quando nenhum político servir para nada, quando houver desconfiança em todos os políticos, ainda restará uma oportunidade, a oportunidade de vocês ingressarem na política, porque vocês, com 20 e 25 anos, são os que governarão amanhã. A desgraça de quem não gosta da política é que será governado por quem gosta de fazer política”.

“Mujica está com 80 anos e eu com 70, somos parte do século passado, vocês são o Século XXI. Por favor, tenham coragem, sejam perseverantes, assumam o controle dos partidos, dos movimentos sociais, voltemos à paixão dos Anos 60”.

“Se um ex-preso político como Mujica chegou à presidência, se um operário como eu chegou à presidência, se um índio como Evo chegou. Então, façam essa pergunta: por que vocês mesmos não podem chegar?”, apontou o líder brasileiro, e os jovens responderam com um sonoro “olê, olê, olê, olá, Lula, Lula…”.

No auditório, havia centenas de intelectuais latino-americanos, entre eles, alguns que foram premiados ontem por sua contribuição com o pensamento crítico, como os economistas Theotônio dos Santos, brasileiro, e Aldo Ferrer, argentino.

“Devemos ter paixão pela América do Sul, paixão pela integração, a mesma paixão que os nossos libertadores tiveram no Século XIX. A integração não é somente comercial, a integração necessita da participação da sociedade, de mais confiança uns nos outros, de combater o clima de desconfiança”, enfatizou Lula.

E mencionou os subsídios da intelectualidade de esquerda na formulação dos programas do PT, nos quatro governos do partido no Brasil.

Tradução: Victor Farinelli

Anúncios

Publicado em 20/11/2015, em América Latina, Brasil, Colombia, História, Lula, Pátria Grande, Político e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: