PIMENTEL: “É O MAIOR DESASTRE AMBIENTAL DE MG”

:

Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), visitou nesta sexta-feira, 6, a região de Mariana, atingida pelo rompimento de duas barragens de rejeitos da mineradora Samarco; “Eu acredito que é o maior desastre que nós já vimos até hoje na história de Minas”, afirmou; Pimentel disse que a prioridade no momento é localizar os 13 desaparecidos e dar apoio aos desabrigados; ele visitou famílias que perderam suas casas com a tragédia e estão abrigadas num ginásio de esportes; segundo ele, até sábado elas serão acomodadas em hotéis da região; Corpo de Bombeiros confirmou a segunda morte e informou que mais de 500 moradores de áreas afetadas foram resgatados; a Vale, que é acionista da Samarco, disse que irá prestar todo apoio necessário aos moradores atingidos pelo acidente

O governador Fernando Pimentel (PT) sobrevoou nesta sexta-feira, 6, a região de Mariana atingida pelo rompimento de duas barragens da mineradora Samarco, e disse que o acidente deve ser o maior desastre ambiental já vivido pelo Estado.

“Eu acredito que é o maior desastre que nós já vimos até hoje na história de Minas”, afirmou o governador. Pimentel disse que o governo federal colocou sua estrutura à disposição e que a prioridade agora é a localização de desaparecidos e o apoio aos desabrigados. O governador visitou famílias que perderam suas casas e que estão abrigadas num ginásio de esportes de Mariana. Segundo ele, entre esta sexta e amanhã, elas serão transferidas para quartos de hotéis que serão pagos pela Samarco.

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou há pouco a segunda morte após o rompimento de duas barragens no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana. O corpo foi encontrado na cidade de Rio Doce.

As barragens do Fundão e de Santarém, pertencentes à empresa Samarco, romperam nessa quinta-feira, 5, por volta das 16h30 e inundaram a região com lama, rejeitos sólidos e água usados no processo de mineração.

O Corpo de Bombeiros informou que mais de 500 moradores de áreas afetadas pelo rompimento das barragens foram resgatados pela corporação. No total, 105 bombeiros e 20 viaturas estão em Bento Rodrigues, área rural onde ocorreu o acidente.

Em nota à imprensa, o presidente da Vale, Murilo Ferreira, disse que “lamenta profundamente o grave acidente ocorrido nas barragens de rejeitos” da Samarco em Mariana e Ouro Preto e “solidariza-se com os empregados, suas famílias e as comunidades atingidas”. A Vale é acionista da Samarco, juntamente com a BHP Billiton, cada uma com 50% de participação. ”

“Não mediremos esforços para prestar todo o apoio necessário à Samarco e às autoridades neste triste momento para os empregados, seus familiares e as comunidades vizinhas”, informa, também na nota, Murilo Ferreira, presidente da Vale.

Minas 247 –

Anúncios

Publicado em 07/11/2015, em América Latina, Brasil e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: