Qual é o propósito da 24ª Reunião Anual do Fórum de São Paulo?

O 24º Encontro Anual do Fórum de São Paulo (FSP) foi inaugurado no domingo, 15 de julho, na capital cubana, com a participação de mais de 400 delegados e convidados dos partidos membros do Fórum, além de representantes de movimentos e organizações sociais da esquerda da América. América Latina e Caribe e outras partes do mundo.

A inauguração foi presidida por José Ramón Machado Ventura, segundo secretário do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba; Mónica Valente, secretária executiva do FSP, e Gleisi Hoffman, presidenta do Partido dos Trabalhadores (PT), do Brasil.

Também estiveram presentes o ministro cubano das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez Parrilla, e outras autoridades do Estado e do Governo cubanos, coordenadores das secretarias regionais do evento e convidados especiais, como o primeiro-ministro de São Vicente e Granadinas, Ralph Gonsalves, e os ex-presidentes Dilma Rousseff, do Brasil e Manuel Zelaya, de Honduras.

Leia o resto deste post

Anúncios

Foro de São Paulo: a esquerda latino-americana enfrenta o desafio da unidade

A capital cubana vai sediar, entre 15 e 17 de julho, o 24º Encontro Anual do Foro de São Paulo, reunião que terá em seu centro a busca da unidade dos partidos e organizações de esquerda da América Latina e do Caribe.

O Foro, fundado em 1990 no Brasil, regressará a Havana, cidade que foi sua sede em 1993 e 2001, em um contexto regional complexo, que se traduz na necessidade das forças progressistas articularem ações e propostas.

Os desafios são muitos, entre eles os provocados pelo retorno ao poder de governos de direita em vários países e a escalada nas posturas de ingerência dos Estados Unidos no continente, após a chegada à Casa Branca, em janeiro de 2017, do presidente Donald Trump (Partido Republicano).

Leia o resto deste post

A infraestrutura hoteleira em Cuba continua crescendo

Imagen relacionada

O turismo de sol e praia continua sendo a principal atração deste setor em Cuba. Apesar dos alertas de viagem para os americanos que aconselham «reconsiderar» as visitas à Ilha Maior das Antilhas, o bloqueio imposto por quase 60 anos e campanhas midáticas, o país continua sendo uma referência turística no Caribe.

Leia o resto deste post

Fidel estará presente no Foro de São Paulo, afirma político uruguaio

Imagen relacionada Montevidéu, A melhor homenagem à figura do Comandante Fidel Castro será fortalecer a chave de unidade no Foro de São Paulo, destacou nesta capital Juan Castillo, secretário-geral do Partido Comunista do Uruguai.
‘Fidel vai estar presente nesse Foro, ele está desde que nos convocou, e queremos nos sentir dignos filhos dele’, afirmou o dirigente político em entrevista com a Prensa Latina a propósito do encontro em Havana, a se desenvolver entre 15 e 17 de julho.
Leia o resto deste post

Cuba e China são referências do projeto socialista, diz líder da CTC

Beijing, 3 jul (Prensa Latina) Cuba e China são referências da construção de um projeto social socialista onde o ser humano é o centro da atenção, afirmou hoje Ulisses Guilarte, secretário-geral da Central de Trabalhadores do país caribenho (CTC).
O dirigente afirmou à Prensa Latina que as duas nações conseguiram impulsionar um modelo baseado nessa ideologia com peculiaridades próprias que, sem dúvida, constitui a alternativa mais viável em um mundo com constantes mudanças pela promoção de políticas imperialistas.
Leia o resto deste post

Destacam benefícios recíprocos da cooperação entre Brasil e Cuba

Ao comemorar-se hoje o trigésimo segundo aniversário da restauração das relações diplomáticas, o jornal Brasil Popular destacou os benefícios recíprocos frutos da cooperação entre esta nação sul-americana e Cuba.
Resultado de imagen para relaciones brasil cuba
Por um lado, 63 milhões de brasileiros residentes em 4.058 mil municípios e 34 distritos indígenas têm recebido atenção médica humanizada, graças ao programa Mais Médicos, que desde sua implementação em 2013 trouxe para cá cerca de 15 mil médicos e paramédicos cubanos, assinalou a publicação em sua edição número 56. Leia o resto deste post

Foro de São Paulo em Havana impulsionará unidade da esquerda

Havana, 21 jun (Prensa Latina) O XXIV Encontro do Foro de São Paulo, previsto nesta capital de 15 a 17 de julho, buscará impulsionar a unidade da esquerda latino-americana e caribenha, afirmou hoje Idalmis Brooks.

Em uma entrevista publicada pelo diário Granma, Brooks, funcionária do Partido Comunista de Cuba, precisou que a reunião com sede no Palácio de Convenções de Havana permitirá abordar os desafios para as forças políticas progressistas da região, em uma conjuntura marcada pela ofensiva da direita e seu regresso ao poder em vários países.
Leia o resto deste post

Um verdadeiro modelo de lutador revolucionário

Imagen relacionada

Excertos do discurso proferido na noite solene, em memória do Comandante Ernesto Che Guevara, na Praça da Revolução, em 18 de outubro de 1967

O Che era uma daquelas pessoas a quem todos davam afeição imediata, pela sua simplicidade, pelo seu caráter, pela sua naturalidade, pelo seu companheirismo, pela sua personalidade, pela sua originalidade (…) daquele tipo de homens que quando é preciso cumprir uma missão difícil não espera ser solicitado para realizar a missão (…).

«Essa era uma das suas características essenciais: a disposição imediata e instantânea de se oferecer para realizar a missão mais perigosa. E isso, claro, despertou a admiração, a dupla admiração em relação àquele companheiro que lutou conosco, que não tinha nascido nesta terra, que era um homem de ideias profundas, que era um homem em cuja mente se guardavam sonhos de luta em outros países e recantos do continente e, no entanto, esse altruísmo, esse desinteresse, essa vontade de sempre fazer o mais difícil, arriscar sua vida constantemente.

Leia o resto deste post

MINREX: EUA aceita que desconhece a explicação, a natureza e a causa das condições de saúde relatadas por seus diplomatas

EM 29 de maio de 2018, a embaixada dos Estados Unidos em Havana informou ao Ministério das Relações Exteriores da República de Cuba que, no dia 27 do mesmo mês, uma funcionária dessa embaixada havia relatado sintomas de saúde, como resultado de «sons indefinidos» no local de residência.

Imediatamente, o governo cubano concedeu a mais alta prioridade ao assunto e solicitou oficialmente à missão diplomática dos Estados Unidos que médicos e pesquisadores especializados, respectivamente, pudessem entrevistar essa funcionária.

Leia o resto deste post

Como se consegue explicar a resistência do povo venezuelano e do governo de Nicolás Maduro?

Resultado de imagen para maduro y el pueblo bolivariano

GUERRA econômica, sabotagens, baixos preços do petróleo, sanções internacionais e violência política. Qualquer presidente antes da chegada de Hugo Chávez no Palácio de Miraflores teria sucumbido alguns dias depois perante um ataque semelhante ao experimentado pelo governo de Nicolás Maduro dia a dia.

No entanto, o povo venezuelano se mantém em pé e apoia os líderes da Revolução Bolivariana. Como explicar essa resistência heroica?

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: