Uma promessa que multiplicou Cuba

QUANDO Fidel Castro ofereceu apoio ao primeiro-ministro de Timor-Leste, Mari bim Amude Alkatiri e lhe prometeu que Cuba ajudaria incondicionalmente à formação de mil jovens timorenses, para torná-los profissionais da saúde que pudessem servir a seu próprio povo, dificilmente Isabel de Jesús Amaral considerava isso uma possibilidade real de se tornar doutora.

Não só o conseguiu, mas o fez sendo uma dos primeiros estudantes de Medicina graduados em Timor-Leste como país. Porque Isabel fez parte dos 54 integrantes da primeira promoção que graduava médicos formados totalmente na Faculdade de Medicina da Universidade Nacional desta nação do sudeste asiático, criada em 2015, por iniciativa da brigada médica cubana nesta terra e que seria representada por professores da Ilha maior das Antilhas.

Um ano antes, em 2004, 15 de nossos médicos chegavam pela primeira vez ao Timor-Leste, que enfrentava uma precária situação higiênico-sanitária e insuficiências na garantia dos serviços de saúde.

Era o primeiro dos frutos de uma relação que começou com as conversações entre o Comandante-em-chefe Fidel Castro e o então presidente da República Democrática de Timor-Leste, Xanana Gusmão, na 13ª Cúpula dos Países Não-Ali-nhados, de Kuala Lumpur, Malásia, em 2003, e onde começaram no só as rela-ções de amizade, mas também a colaboração médica entre ambas as nações.

Os doutores timorenses que estudam a especialidade em Cuba.

Leia o resto deste post

Raúl Castro recebeu o presidente da Irlanda

O presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, general-de-exército Raúl Castro Ruz, recebeu na tarde da quarta-feira, 15 de fevereiro, o presidente da Irlanda, Ex.mo sr. Michael D. Higgins, quem faz uma visita oficial ao nosso país.

Em um ambiente de cordialidade, ambos os líderes constataram o bom estado das relações bilaterais e reconheceram o potencial existente para fomentar as trocas econômico-comerciais e a cooperação. Ainda, tocaram opiniões sobre temas da agenda internacional.

O distinto visitante veio acompanhado do ministro de Estado no ministério da Justiça e Igualdade, David Stanton; a embaixadora da Irlanda, Sonja Hyland; o secretário geral do presidente, Art O´Leary; o secretário geral no ministério dos Assuntos Exteriores e Comércio, Nial Burgess; a assessora do gabinete do presidente, Claire Power e o secretário assistente do gabinete do primeiro ministro, Philip Hamell. Leia o resto deste post

Ao calor da literatura

A 26ª Feira Internacional do Livro vive hoje seu sétimo dia e continua convidando a conhecer o mundo editorial nacional e estrangeiro que cada ano marca presença no mais importante evento literário de Cuba.

Na fortaleza San Carlos de La Cabaña e nas sedes alternas do Vedado capitalino, leitores e visitantes têm não somente a possibilidade de adquirir os livros da sua preferência, mas também participar de lançamentos, colóquios e encontros com seus escritores favoritos. A partir das dez horas da manhã e até as 16 horas, as salas de lançamento de livros de La Cabaña mantêm as portas abertas ao conhecimento e à troca com expositores e autores de 46 países. Leia o resto deste post

Feira do Livro também diz Não ao bloqueio

Crianças cubanas farão voar papagaios de papel na fortaleza de La Cabaña, no próximo sábado 18 de fevereiro, para reclamar o fim do bloqueio dos Estados Unidos contra Cuba, como encerramento das atividades da 26ª Feira Internacional do Livro de Havana, que buscam conscientizar o mundo sobre a necessidade de eliminar a política de agressão que se manteve por mais de meio século.

Photo: Internet

Segundo o Comitê Organizador da Feira, o festival de papagaios na esplanada em frente do complexo Morro-Cabaña será acompanhado por ações similares em outros pontos da cidade, onde também serão vistos papagaios azuis, brancos e vermelhos, com as etiquetas #NoMásBloqueo e #UnBlockCuba. Leia o resto deste post

Batalha contra a violência de gênero e outras mazelas sociais

PROMOVER o debate científico sobre as causas, implicações e soluções em relação à violência de gênero e suas problemáticas foi um dos objetivos fundamentais da realização do Segundo Simpósio Internacional de Gênero, Tráfico de Pessoas, Prostituição e Turismo Sexual «Berta Cáceres in memorian».

Este Simpósio, realizado no Centro Internacional de Saúde La Pradera, foi organizado pelo Centro Nacional de Educação Sexual (Cenesex), no âmbito da Jornada pela Não Violência contra as Mulheres e as Meninas.

Uma de suas premissas foi honrar a memória da ativista social hondurenha Berta Cáceres, assassinada por defender os direitos do povo lenca das multinacionais, a oligarquia nacional e os políticos corruptos, que sacrificam os direitos de seus povos perante os do capital. Leia o resto deste post

Garantia para a saúde infantil

UNS 471.888 meninas e rapazes receberão suas doses da vacina oral da poliomielite, durante os meses de fevereiro e abril de 2017, como parte da 56ª Campanha Nacional de Vacinação Antipoliomielítica Oral, que terá como âmbito todas as policlínicas do país, informou ao jornal Granma o doutor Francisco Durán García, diretor nacional de Epidemiologia, do Ministério da Saúde Pública.

A primeira etapa da campanha será realizada de 20 a 26 de fevereiro, enquanto a segunda etapa estará compreendida entre os dias de 17 a 23 de abril deste ano. Leia o resto deste post

Livros encosta acima

NO dia de hoje, a 26ª Feira Internacional do Livro, Havana 2017, entra em seu quinto dia. Nesta segunda-feira, 13 de fevereiro, continua sob o ritmo dos livros, para continuar em La Cabaña — como sede principal — e nas sedes alternas de Vedado, com atividades às quais este evento continua convocando, até que conclua a Feira na capital, no próximo 19 de fevereiro e se estenda, depois, às outras províncias, até 16 de abril.

A participação de 46 países que trazem à capital suas propostas, no intuito de ter uma frutífera troca cultural, e a presença de livros situado na Grande Livraria e nos respectivos estandes das editoras, dão cor à paisagem do recinto de férias, no qual se produzem lançamentos, e eventos que ao concluir cedem seus espaços a outros previstos, em um permanente ambiente literário. Leia o resto deste post

Washington resolveu converter sua política migratória para a Ilha em mais um instrumento de sua guerra contra o processo revolucionário cubano.

Inmigración Ilegal de cubanosAS relações migratórias entre os Estados Unidos e Cuba mudaram abruptamente a partir de 1959, entretanto se desnaturalizam quando Washington resolveu converter sua política migratória para a Ilha em mais um instrumento de sua guerra contra o processo revolucionário cubano. A todos os cubanos que emigravam para os Estados Unidos, não importava a via e seus antecedentes, davam-lhe a categoria de «refugiados políticos», ao amparo da lei Walter-McCarran, de 1952, encaminhada a estimular a emigração dos países socialistas da Europa do Leste, conforme a intenção de enquadrar o confronto com Cuba no contexto da Guer-ra Fria e dar um tratamento similar ao que recebiam os imigrantes do bloco socialista. A partir daquele momento — para o governo dos Estados Unidos — os cubanos não emigravam igual que os dominicanos, mexicanos e porto-riquenhos, mas «fugiam do regime», expressão da alta politização que esse tema adquiriu.

O primeiro que fez a administração Eisenhower foi receber de braços abertos os criminosos e ladrões da ditadura de Fulgencio Batista, que fugiam da justiça revolucionária, ao tempo que começou a elaboração de projetos e programas especiais de ajuda exclusivos para os imigrantes cubanos, também com a intenção certeira de atrair a força mais qualificada da Ilha e privar a Revolução cubana desse valioso recurso humano. Em dezembro de 1960, foi criado o Centro de Emergência para Refugiados Cubanos, em Miami. Naqueles primeiros anos da década de 1960, o tema migratório se converteu em um dos pontos mais críticos nas relações entre ambos os países.

Leia o resto deste post

Por que asteroides representam grande perigo para a Terra?

Segundo a NASA, a Terra não está preparada para asteroides ou cometas que possam chegar a destruí-la de surpresa. O que fazer já que não podemos prever a queda dos asteroides ou reagir à catástrofe?

Segundo cientistas, a solução pode ser encontrada através da construção de um foguete que ficaria de prontidão para interceptar objetos perigosos. Isso poderia nos proteger de asteroides vindos de lugares difíceis de observar, como o Sol. Mas até isso, confira nosso infográfico e se prepare para surpresas que podem trazer os asteroides ao nosso planeta Terra!

Leia o resto deste post

Medicina Regenerativa

CONSIDERADA um dos avanços científicos mais notáveis dos últimos vinte anos em nível mundial na área da saúde, a Medicina Regenerativa mostra animadoras perspectivas de aplicação em diversas doenças.

Sustentada na mesma conduta que utiliza o organismo humano para sua própria reparação ao substituir por células saudáveis as afetadas como consequência de diversos processos, seus quatros pilares fundamentais se apoiam no tratamento com células mãe, o uso de proteínas capazes de regenerar tecidos lesados, a engenharia de tecidos que inclui a realizada no laboratório (in vitro) e a praticada diretamente nas pessoas (in vivo), e o transplante de genes.

Por serem mais factiveis, os dois primeiros são os mais utilizados internacionalmente, complementados às vezes com a engenharia de tecidos in vivo, porque o mencionado transplante é um método mais complexo que até hoje, só tem sido feito em poucos países e em um número muito limitado de pacientes.

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: